Multicloud e os desafios das implantações de nuvem

6 minutos para ler

Cada vez mais as empresas buscam agilidade, flexibilidade e segurança de sua infraestrutura, por meio de uma variedade de ambientes distintos. Além disso, com o aumento de serviços na nuvem, ter um cenário multicloud se tornou cada vez mais comum. Afinal, não há uma única solução de cloud capaz de oferecer todas as opções de serviços que atendam às necessidades do negócio.

Diante disso, as empresas precisam encontrar as nuvens mais adequadas para as suas necessidades, que ofereçam abordagens inovadoras e customizadas para alavancar o seu negócio. A multicloud permite que as empresas combinem nuvens variadas para tirar proveito de seus produtos e serviços.

Entenda o que é o conceito multicloud, as diferenças entre ele e a nuvem híbrida e como escolher a opção mais vantajosa para a sua empresa.

Como a multicloud funciona

O conceito multicloud se refere ao uso de mais de uma implantação de nuvem do mesmo tipo, originada de fornecedores diferentes. A proposta desse modelo é aproveitar o que cada fornecedor tem de melhor em termos de custo, produtos e serviços.

Hoje em dia, com a proliferação dos provedores baseados em computação em nuvem, você pode escolher entre os diversos serviços. Porém, colocar todas as aplicações de uma empresa em um único provedor é bem complicado, devido a fatores como segurança, eficiência e economia. Com a multicloud, você pode utilizar simultaneamente vários provedores de nuvem, usando uma gama variada de tecnologias, de modo que a empresa não fique dependente de um único fornecedor.

Portanto, o conceito multicloud traz a possibilidade de você escolher quais aplicações colocar em cada nuvem e usar todas elas simultaneamente, com muito mais flexibilidade, liberdade e ainda um preço melhor. Como resultado, as empresas são capazes de otimizar os seus recursos e usar o melhor provedor da nuvem para cada aplicação, pagando mais barato por eles e tornando-se muito mais competitivas.

Como usar os recursos do multicloud

E como você pode usar o multicloud? Existem algumas possibilidades. Uma delas é usar um cloud broker ou uma plataforma de gerenciamento de nuvem. O broker ajuda você a definir os melhores recursos e os melhores provedores para colocar as suas aplicações. Uma plataforma de gerenciamento de nuvem conecta em todas as clouds, por meio das APIs, e cria e administra recursos nelas. Portanto, usando uma plataforma desse tipo, você consegue usar, por exemplo, uma instância na Amazon, outro recurso na nuvem da Microsoft, o banco de dados no Google, e assim por diante. Desse modo, você tem uma gama de escolhas muito flexível, e pode pagar o menor preço em cada uma delas.

Outra maneira é você criar a sua própria interface. Porém, isso demanda um bom tempo e uma equipe bem preparada. E uma vez que esses provedores estão sempre criando novas funcionalidades, a sua plataforma vai ter que ficar sempre se atualizando. Mas isso é possível, já que, usando os mesmo recursos de API, você consegue conectar em todas elas.

Além disso, muitas empresas têm informações confidenciais, que elas preferem não colocar em nuvens públicas. Portanto, essas informações podem ser colocadas em nuvens privadas. Já as informações não confidenciais podem ser usadas em nuvens públicas.

Com isso, você extrai o melhor de cada provedor, o mais barato de cada um, e consegue um ambiente muito customizado, com muita liberdade e flexibilidade. Você pode, inclusive, criar um recurso em uma nuvem, e ter um backup com aqueles recursos em outra.

BOX: Nuvem privada e pública

Nuvem privada

Uma cloud particular totalmente gerenciada pela própria empresa. Ela oferece maior privacidade dos dados e desempenho de acesso local.

As nuvens privadas podem ser executadas on-premise, mas é possível criar esse tipo de arquitetura em datacenters alugados, em locais off-premises.

Nuvem pública

Disponibilizada por grandes provedores para entregar serviços e infraestrutura sob demanda. Ela se destaca pela praticidade e escalabilidade, o que permite à empresa atender de maneira satisfatória às suas demandas sazonais.

As vantagens da abordagem multicloud

Flexibilidade de recursos

A Multicloud conta com serviços e prestadores diferentes. Desse modo, a empresa aumenta o seu leque de recursos e pode utilizar aqueles com maior potencial e desempenho para cada situação. Caso algum serviço não responda de maneira adequada, é possível buscar outro fornecedor do mesmo nicho.

Além disso, ao contar com os diversos recursos oferecidos pelos provedores, a empresa pode criar aplicações que utilizem APIs entre as nuvens, gerando soluções customizadas para as suas necessidades.

Melhor controle dos custos

Além de ser bastante flexível, a abordagem multicloud também pode se mostrar bastante econômica. Optar pela esse tipo de arquitetura permite que a empresa combine opções de serviços mais vantajosas, não se limitando a ser atendida por um único provedor. Dessa maneira, será mais fácil encontrar soluções com o melhor custo-benefício.

Além disso, uma vez que a empresa utiliza serviços de provedores diferentes para atender a sua operação, ela consegue aumentar a eficiência do negócio e evitar prejuízos operacionais e financeiros. Por exemplo, se houver aumento no valor dos serviços prestados por um dos fornecedores, a empresa poderá buscar outra alternativa, sem que toda a sua infraestrutura seja afetada.

Integração de serviços

Ter a possibilidade de utilizar múltiplas nuvens permite que as empresas façam a utilização de serviços distintos e que se adequem melhor aquela determinada necessidade, como por exemplo, serviços de Inteligência Artificial, Analytics e Big Data.

Desempenho e Disponibilidade

Para reduzir os baixos tempos de resposta para usuários da cloud que estão muito distantes da empresa, algumas cargas de trabalho podem ser hospedadas por provedores de cloud que operam com maior proximidade dos usuários, aumentando assim a disponibilidade dessas informações.

Sistemas resilientes

As empresas precisam sempre lidar com o risco de falha sistêmica em determinado fornecedor de nuvem. Por isso, elas precisam escolher o cenário mais adequado para a continuidade de seus negócios, levando em conta itens como redundância e tempo de recuperação do sistema. Caso a alta disponibilidade seja algo imprescindível para o seu negócio, é altamente recomendado o uso de um ambiente multicloud.

Conclusão

Diante de tantas opções de provedores e serviços cloud, é muito importante que as empresas saibam escolher as opções mais adequadas para cada aspecto do seu negócio. Para isso, elas devem contar com a ajuda de profissionais capazes de conhecer cada provedor de nuvem e os recursos oferecidos por cada um deles.

Dentro de um contexto multicloud é imprescindível que o departamento de TI tenha todo o controle e a gestão dos ambientes sejam eles na nuvem pública ou no data center on-premises.

Posts relacionados

Deixe um comentário